quarta-feira, 27 de março de 2013

4: The Fugitive: Vingança



P.O.V Justin
Eu estava paciente, eu ia tentar manter a calma, primeiro eu iria conversar com ela, mas não, a vadia tinha que me desafiar e me tirar do sério, o que mais me irritava era o fato dela não demonstrar nenhum tipo de medo, ela se mantia fria e ainda zombava com a minha cara.
Eu tinha amarrado ela na cama, coloquei duas algemas nela colocando seus braços presos na cabiceira da cama e peguei algemas de pé e prendi na parte de baixo da cama, olhar ela daquele jeito me deu um fogo absurdo, ela era gata e muito gostosa, se eu não estivesse focado me perderia fácil ali, mas eu ainda pego ela de jeito, porque afinal de contas sou o Justin Bieber e todas as mulheres caem de quatro pra mim. 
Peguei uma faca um estilete e minha arma, eu não ia usar a arma, era só pra assustar a vadia, ela me olhava com uma cara nada boa, me sentei na cama e fui ao encontro de sua orelha e susurrei.
- Asssustada? - ela me olhou com indiferença.
- Com o que? Com essa sua faca de merda? Se toca Bieber você vai precisar de muito mais pra me assustar, supera essa. - Merda, essa vadia é duro na queda puta que pariu.
Eu estava ficando extremamente excitado, também com uma gostosa daquelas na minha cama amarrada com um micro shorts e uma blusa apertada deixa qualquer um louco.
- E se eu te dizer que eu to começando a me sentir atraído por você? - ela arregalou os olhos e franziu o cenho, aquilo me fez rir.
- Bieber pode parar, você pode fazer o que quiser comigo, mas me estuprar não.
- E quem disse que eu vou te estuprar, ta louca é? Eu não preciso disso, eu consigo qualquer mulher a qualquer minuto não preciso forçar ninguém a nada, uma das coisas que eu mais odeio é esses muleques que estupram as minas. 
- Nossa filosofou agora - ela revirou os olhos e eu ri de novo.
- Mas o problema é, eu não vou desistir - disse sorrindo malicioso. 
-  Não vai desistir do que filho da puta? 
- De te comer - disse sorrindo. 
- Pode desistir que em mim você não toca. - Vadia se fazendo de difícil é foda.
- E porque não? Impossivel você não sentir atração por mim. 
- Nossa, mas você nem é convencido. - ela revirou os olhos.
- Ué, qualquer vadia estaria morrendo de ta na posição que você está agora, eu implorando pra te fuder.
- Pena que eu não sou qualquer vadia ne querido? - ela disse irônica. - E não é qualquer moleque viado que me toca. 
- Moleque viado? - ri alto - Clark você não sabe o que ta falando. 
- Sei sim, você é um viado, que nem fuder deve saber fazer direito, porque ta aqui implorando pra pessoa mais errada fuder com você. 
- Eu gosto de coisa errada, e eu não sei fuder? Vou fazer você gritar meu nome.
Subi em cima dela e comecei a destribuir chupões no seu pescoço, ela gargalhou e disse.
- Bieber cara não sonha, agora saí de cima de mim. 
- Tem certeza que não quer? - disse no ouvido dela e senti seus pelos arrepiarem. 
- Si... si.. sim. - ela disse tremula, a Clark tava na minha, toda vadia é igual. 
Comecei a passar a mão por todo o corpo dela, eu não tinha deixado a minha vingança de lado eu só queria fuder com ela hoje e amanhã eu acabava com ela. Comecei a beijar seu pescoço e fui a procura dos seus lábios, pedi passagem para sua língua mas ela relutou pra ceder mas depois cedeu, todas cedem impressionante, o beijo estava calmo mas começou a ficar intenso ela chupava minha língua e confesso que aquilo estava muito bom. 
- Você realmente vai transar comigo  amarrada? Isso é jogo baixo - ela disse maliciosa. 
Ela tinha razão. sai de cima dela e tranquei a porta do quarto e escondi a chave caso ela tentasse fugir, abri as algemas dela e quando ela se levantou me deu um soco certeiro no rosto, ah qual é a dessa vadia, fiquei extremamente irritando e quando fui pra cima dela recebi uma rasteira e eu estava no chão. O QUE? Mas como assim uma mulher ta me deixando no chinelo, olhei pra ela sem acreditar e ela estava com um sorriso de satisfação. 
- Você é muito burro ne Bieber? Realmente você acha que eu ia dar pra você cachorro? - ela disse com raiva, eu podia ver seus olhos espumarem de tanta raiva, eu não deveria estar diferente eu estava queimando.
- Escuta aqui sua vadia mal comida, você vai ver só as consequências do que você acabou de fazer
- Cara como eu já disse, você só fala Bieber, na hora de fazer que é bom, NADA. 
- Agora você vai implorar pra morrer vadia desgraçada. 
Peguei ela pelos cabelos, ela tentava se soltar a todo custo, ela era forte, mas eu era mais, joguei ela na cama e a prendi de novo, agora essa vagabunda ai ver só. 
Puxei a perna dela, ficando com suas coxas em cima as minhas, peguei meu estilete e ela me olhou em panico já sabendo o que eu estava prestes a fazer. 
- Vamos ver se eu só falo, e agora além do que, vai ficar com a minha marca pra sempre. 
Ela berrava algumas coisas mas eu nem estava escutando eu estava cego de ódio, cego de raiva, ela ia sofrer, além de rejeitar, ainda me bateu, quem essa vagabunda pensa que é?
Abri o estilete no maximo e enfiei em sua coxa primeiro desenhando um B, eu ia fundo, e ela gritava de dor.
- BIEBER SEU DESGRAÇADO - apertei mais a lamina - CARALHO, PARA, TA DOENDO PRA PORRA. 
- E agora eim Clark? Quem só fala mesmo? Eu ia pegar leve com você ia escrever só um B de Bieber, mas você ta merecendo sofrer mais um pouco. Então vou escrever o resto. - disse com um sorriso ameaçador.
Ela me olhou com um olhar mortal, de raiva, dor, panico, ela estava apavorada dava pra ver isso em seu olhar, ué cade a fodona da Naomi Clark? 
Continuei escrevendo Bieber, ela gritava eu nunca tinha torturado uma mulher antes, por mais que eu a odeie eu estava começando a me arrepender amargamente de ter feito isso com ela, mas agora não poderia dar pra trás e precisava me manter frio, acabei de escrever o R, e ela gritava de dor, a cama estava encharcada de sangue, tinha uma poça gigante em volta dela, ela estava ficando fraca, tava perdendo muito sangue, desprendi ela e coloquei ela em baixo do chuveiro de roupa e tudo, ela entendeu o recado e tomou banho, pensei que tinha morrido la dentro mas depois de uma meia hora ela apareceu de toalha eu mordi os labios por impulso, mas não iria tentar nada com ela porque seria muita cara de pau, ela estava com uma cara acabada, ela não tinha mais aquele olhar de superioridade de antes, podia ver que ela estava com medo, ela estava com medo de mim. Guiei ela até meu quarto. 
- Ai tem roupas pra você, e quando acaber vou fazer um curativo pra você na sua perna. 
- Eu não preciso da sua ajuda - ela disse baixo e fria. 
- Não perguntei se precisa, vou ajudar e pronto cassete.
Ela deu de ombros e entrou no closet e saiu de la com um pijama que eu havia mandado um dos meus capangas comprarem. 
P.O.V Naomi Clark
Enquanto estava embaixo do chuveiro eu pensava e refletia, eu estava com uma raiva gigantesca daquele desgraçado, ele me cortou inteira e aquilo doía pra caralho, eu estava com medo dele, com medo do que ele poderia fazer a mais comigo, ali ele tinha poder absoluto sobre mim, não gostava dessa sensação de estar sendo controlada, mas o melhor era eu ficar na minha enquanto isso, eu estava focada em sair dali. Apesar dos apesares eu me sentia extremamente atraída por ele, quando ele me beijou aquele jeito de bad boy safado foi extramente excitante só não continuei aquilo porque sabia que era errado e me ocorreu a idea de tentar enganar ele, teria sido melhor se eu tivesse transado com ele, pelo menos eu não estaria com essa minha perna toda cortada, sai do banho enrolada na toalha e reparei que eu não tinha roupas lá, que merda.
Sai pra fora do quarto e o Bieber tava la, mordeu os labios com a maior cara de taradp e depois me levou até um quarto, provavelmente o dele.
- Ai tem roupas pra você, e quando acaber  vou fazer um curativo pra você na sua perna. - eu não estava acreditando que depois de ter praticamente me humilhado ele estava tentando ser "legal".
- Eu não preciso da sua ajuda - disse baixo, mas foi o suficiente pra ele escutar, eu só não queria apanhar mais, eu estava destruida literalmente.
- Não perguntei se precisa, vou ajudar e pronto cassete. - grosso
Dei de ombros e entrei no closet e sai de la com um pijama que ele comprou, eu não precisava de roupas vindo do dinheiro dele. 
- Se eu for ficar aqui por muito tempo, tem como você pegar as minhas roupas na minha casa? - disse o mais fofa possivel para ele não negar
- Não. - ele disse curto e grosso.
- E porque não? - disse me exaltando.
- Porque eu tenho dinheiro o suficiente pra comprar tudo de novo pra você e muito mais.
- Eu não quero nada que venha do seu dinheiro sujo, e além do mais eu também tenho dinheiro o suficiente, mas a diferença é que o meu é honesto e o seu não. 
- Escuta aqui garota eu to tentando ser legal mas minha paciencia tem limetes.
- LEGAL? - explodi - VOCÊ VIU O QUE VOCÊ FEZ NA MINHA PERNA? E TA QUERENDO SER LEGAL? ERA MELHOR VOCÊ TER ME ESPANCADO ATÉ A MORTE DO QUE TER FEITO ESSA MERDA. - apontei minhas mãos para minha perna. Ele abaixou a cabeça, de certo modo ele parecia arrependido mas não mudava o fato de ter feito o que fez.
- Se quiser eu faço um curativo em você - ele disse baixo.
- Eu tenho mãos, to machucada mas não to morta, mas se você pegar os curativos pra mim já é uma ajuda.
Ele assentiu e foi no banheiro, depois de uns minutos voltei com uma maleta de primeiros socorros. 
- Ta ai.
Me sentei na cama e ele se sentou ao meu lado, qual o problema desse garoto? Me machuca e depois fica ai, peguei as gases e tudo mais, mas ele foi mais rápido e se ajoelhou na minha frente, depositou sua mão na minha coxa e começou a fazer o curativo. 
- Eu disse que fazia. 
- Não me importo em fazer - ele deu de ombros.
Deixei ele continuar, suas mãos me tocando daquele jeito carinhosamente me dava uma sensação boa, mas o que eu estou falando? Eu odeio ele e eu ainda vou me vingar por ele ter feito tudo isso comigo.
CONTINUA...

20 comentários:

  1. leitora nooova *-* ta perfeito continua liinda!

    ResponderExcluir
  2. leitora nova continua
    to simplesmente amando, adoro o jeito da pietra
    e o justin parece mesmo arrependido.

    ResponderExcluir
  3. Ta perfeito princesa , e divulga e segue o meu blog ?
    sou Boylieber e sou novo nisso :)
    e se quiser que eu divulgue o seu é só avisar la ok?
    seu comentário sera bem vindo princesa :D
    fanfics-do-bieber.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. LEITORA NOVA \o/!!
    Estou adorando e quero mto q vc continue o mais rápido possível :D

    ResponderExcluir
  5. Continua logo tó ansiosa pro próximo capítulo

    ResponderExcluir
  6. quando vai continuar? tem aqui uma leitora ansiosa *-*

    ResponderExcluir
  7. Continuuua ta demais pfv continua ansiosa aquiiiii *_*

    ResponderExcluir
  8. nossa que demora para continuar nao vai continuar nao

    ResponderExcluir
  9. Me falaram que sua fic é muito parecida com a minha :P
    Mas juro, acho que nunca li o seu blog, e muito menos plagiei, até pq odeio isso.
    Mas pode divulgar?
    Obrigada :)
    saindodarealidadeprasonharcomobieber.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Nossa o Justin enfiando o estilete na coxa dela '-' meu Deus doeu até em mim rsrsrs Não estranhe eu aqui,sou leitora fantasma kkkkk
    Pode divulgar meu blog por favor? Ele não é maravilhoso igual o seu mas dá pra ler um pouquinho rsrsrs beijooos continua logo que eu estou ansiosa
    http://imaginebeliebersloucaspelojerry.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. AAAAAAAAAAAAAAHHHH... QUER ME MATAR ? OMG QUE PERFEITO CONTINUAAAAAAAAAAA

    ResponderExcluir